O Dia do Ministro

« Voltar

Representantes do audiovisual pedem apoio a políticas do segmento

 
 
8.2.2018 - 9:39  
O ministro Sérgio Sá Leitão e representantes do MinC e do Conselho Superior de Cinema debateram pautas do setor audiovisual com os senadores Marta Suplicy e Romero Jucá e com o deputado federal André Moura (Fotos: Ronaldo Caldas e Acácio Pinheiro/Ascom MinC)
 
 
Temas relativos à política do audiovisual foram debatidos em três reuniões, nesta quarta-feira (7), no Congresso Nacional, com a participação do ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e de representantes do setor. Na pauta dos encontros com parlamentares da base governista estavam a destinação de recursos no Orçamento Geral da União para a Lei do Audiovisual e o Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine), ambos prorrogados até dezembro de 2019, e o veto presidencial à ampliação do teto dos projetos audiovisuais de R$ 3 milhões para R$ 6 milhões.
 
A delegação do audiovisual se reuniu com a senadora Marta Suplicy, que foi relatora da medida provisória do Recine e da Lei do Audiovisual, com o senador Romero Jucá, líder do governo no Senado, e com o deputado André Moura, líder do governo no Congresso. "Conversamos questões relacionadas à política do audiovisual. O setor veio pedir apoio para a inclusão na lei orçamentária dos recursos necessários para a Lei do Audiovisual e o Recine", informou Sá Leitão.
 
Os três parlamentares disseram que darão encaminhamento aos pleitos do setor audiovisual. De acordo com a senadora Marta Suplicy, o segmento pode contar com seu apoio para o fortalecimento da cadeia produtiva do audiovisual: "O cinema é o maior soft power que o Brasil tem. É onde a gente pode realmente se colocar no mundo, mostrando quem somos".
 
O Ministério da Cultura (MinC) vai encaminhar aos parlamentares justificativa por escrito, com embasamento legal, de cada um dos pedidos apresentados pelo setor de audiovisual para o encaminhamento no Congresso Nacional.
 
Além do ministro, participaram das reuniões o diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Christian de Castro; a secretária-executiva do MinC, Mariana Ribas; o secretário do Audiovisual, João Batista Silva; a consultora jurídica do MinC, Clara Meneses; Francisco Lima, representante da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) no Conselho Superior de Cinema (CSC); e Ademar Gonzaga, representante das exibidoras no CSC.
 
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura